Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

terça-feira, junho 8

ESCONDER A IDADE OU DIZER A VERDADE?



Esconder a idade ou contar a verdade?

Diz a velha piada machista que a mulher, geralmente, tem três idades: aquela que ela diz que tem, aquela que está na certidão de nascimento e aquela que aparenta ter.

Ora, não obstante o anedotário popular insista nessas estórias preconceituosas, a verdade é que não apenas certas mulheres, mas muitos homens também, costumam esconder a idade verdadeira, com mêdo de que isso possa, de alguma forma, prejudicá-los ou torná-los menos aceitos pelos mais jovens.

Entretanto, nos tempos que correm, quando, finalmente, a sociedade começa a descobrir e até mesmo a valorizar a chamada terceira idade, mentir sobre a idade está ficando fora de moda, é coisa que só passa pela cabeça de gente muito insegura ou mal resolvida.

Na verdade, vale muito mais parecermos mais moços ou moças do que realmente somos, do que mentirmos sobre nossa idade e, consequentemente, parecermos até mais velhos ou velhas do que os anos que dizemos possuir.

O fato é que não é a nossa idade real que tende a afetar a opinião ou a impressão que os outros possam ter de nós, mas sim a nossa personalidade, a nossa maneira de ser, de sentir ou de agir, a nossa maneira de encarar a vida e o mundo.

Ninguém, por exemplo, que admire uma pessoa pela sua inteligência, pelas suas atitudes, pela sua capacidade profissional, vai deixar de fazê-lo ao saber que essa pessoa é mais idosa do que aparenta; da mesma forma, se estamos apaixonados por alguém, não nos importa se essa pessoa tenha mais idade que nós.

E por fim, quero acrescentar que muitas vêzes é preferível a companhia de um idoso cheio de vida e entusiasmo, que nos passa a alegria de viver, do que a de uma pessoa jovem de vinte anos, mas que se apresenta como alguém pessimista, descrente, cínica e desanimada, tranformando-se numa presença desagradável e até inconveniente.

Vem do pensador alemão Nietzche a inspiração para uma mensagem importante que ilustra muito bem nossos comentários: “a principal mentira é aquela que contamos a nós mesmos“.


Por Antonio Jordão Netto

bjs,soninha

Um comentário:

Gisis disse...

Texto perfeito.Adorei! E eu costumo chamar de BOA IDADE,pois a estou vivendo de forma tranquila e feliz.Beijosss Giselda

Paz!