Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

sábado, agosto 7

ESPIRITUALIDADE E LONGEVIDADE



" Dados publicados na revista da Associação Médica Americana revelam que 79% da população adulta americana está convencida de que a espiritualidade pode ajudar a curar; 63% acham que profissionais de saúde deveriam considerar os aspectos espirituais do paciente"

Para alguns autores a mente é um produto do cérebro, para outros a mente e corpo não se individualizam. Além disso, outro fator importante é o fanatismo religioso. Em muitos casos se comprova o efeito negativo do fanatismo, fazendo com que as pessoas muitas vezes neguem condutas médicas. Entre os efeitos psicológicos negativos do fanatismo estão a geração de culpa, diminuição de autoestima, repressão de raiva, ansiedade, crenças punitivas, favorecimento de dependência e conformismo.

Psiquiatras afirmam que estados alterados de consciência geralmente são acompanhados de obsessões religiosas ou alucinações de conteúdo místico. Já foi possível observar por parte de pesquisas científicas que a saúde física e mental de quem adota práticas religiosas como a prece e a meditação é melhor que a da população em geral.

Esses estudos foram publicados nas seguintes revistas científicas: British Medical Journal, The Lancet e Annals of Internal Medicine. Entre os motivos que explicariam a correlação, é que essas pessoas fazem parte de uma comunidade religiosa e, portanto, têm em torno de si um grupo de sustentação social, o que pode ser particularmente importante na terceira idade e em momentos de forte estresse.

Além disso, a prece e a meditação parecem ser estímulos psíquicos suficientes para fazer variar os níveis de alguns neurotransmissores, hormônios e *imunomoduladores. Porém, essa relação ainda é pouco compreendida no terreno da ciência. Existem hipóteses bastante plausíveis segundo a qual o hábito de rezar regularmente indicaria uma personalidade otimista e confiante no futuro, o que facilitaria a superação dos momentos difíceis da vida. A crença e a fé atuaria como mecanismo da autorregulação e autorreflexão que permitem a pessoa exercer controle sobre a motivação, o pensamento, o comportamento e a vida emocional, bem como organizar suas autopercepções, como é bastante discutido no campo da psicologia do envelhecimento.

* Imunomoduladores são substâncias que alteram o tipo, a velocidade, a intensidade ou a duração da resposta do sistema imunológico. É o sistema do nosso corpo que produz anticorpos, as células responsáveis em proteger, defender nosso organismo contra agentes infecciosos, micro-organismos, bactérias, parasitas,doenças, etc.

Uma pesquisa realizada por canadenses que comparou idosos que frequentavam grupos católicos com outros que não frequentavam, descobriu que o grupo que frequentava celebrações da igreja tinha menos problemas cerebrovasculares.

Sabemos que a prática da fé, a capacidade de transcendência, a participação de grupos religiosos em paróquias, templos entre outros favorece as redes de relações, a sustentação de vínculos afetivos duradouros positivos e interações sociais. Isso tudo favorece a vivência de emoções positivas e ajuda a dar um sentido e orientação à vida. 


fonte: Vya Estelar


bjs,soninha

Nenhum comentário:

Paz!