Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

sexta-feira, dezembro 3

SAÚDE BUCAL NA TERCEIRA IDADE I


Na boca existem bactérias que ficam juntas e formam a chamada “Placa Bacteriana”. A “Placa Bacteriana” é a principal causa de cáries e doenças periodontais. A Placa Bacteriana é uma película transparente que se forma sobre a superfície dos dentes e ao redor da linha das gengivas. Ela é composta por uma colônia de bactérias que decompõem o açúcar e os restos alimentares acumulados, produzindo ácidos que atacam os dentes e a gengiva.

Um fator que pode causar a cárie na terceira idade é a chamada “xerostomia” (“boca seca”). A xerostomia, que é a diminuição da quantidade de saliva, é comum em quem toma muitos medicamentos, como por exemplo os idosos. No caso daqueles que sofreram radioterapia anticancerígena de cabeça e pescoço, uma diminuição do fluxo salivar ainda maior é observada e pode criar as cárie de radiação com uma exposição muito grande na região da raiz do dente, e por isto, é importante a participação dos dentistas antes dos tratamentos oncológicos iniciarem.


A “boca seca” também pode ser a causa de um aumento dos problemas na gengiva. O idoso deve consultar um dentista para que avalie sua condição bucal, e no caso da “boca seca”, sejam recomendados produtos que promovam bem estar, como por exemplo a saliva artificial para lubrificação da boca durante e após as refeições. No caso seja constatado a diminuição da quantidade de saliva devido o efeito colateral dos medicamentos, o uso de limpador de língua, uma vez por dia, ajuda a trazer de volta o gosto de certos alimentos que foi perdido com a xerostomia.


Um outro fato é que com o envelhecimento, há chances de que a gengiva comece a retrair e isso faz com que os dentes pareçam mais longos. Esse processo irá começar a expor a raiz do dente, podendo causar um maior risco de cáries, a chamada “cárie de raiz”, e pode causar uma hipersensibilidade da dentina. Neste caso, a realização de uma higiene bucal diária perfeita, incluindo escovação e uso de fio/fita dental, mais os tratamentos regulares com flúor, podem ajudar o idoso a ter dentes mais resistentes à cárie e podem auxiliá-lo a aliviar a dor associada aos dentes sensíveis.

autores do texto:

Marco Tulio Pettinato Pereira – Cirurgião-dentista com especialização em Saúde de família (UCAM), Saúde Coletiva (SL Mandic) e Saúde Pública (UNAERP)

Fernando Luiz Brunetti Montenegro – Mestre e Doutor FOUSP, Prof. Adjunto na UnG, Coordenador Saúde Bucal CEDPES e Casa Ondina Lobo

bjs,soninha


Nenhum comentário:

Paz!