São João Tá Chegando Gente!

segunda-feira, dezembro 29

Na hidroginástica, idosas de RO relatam superação e mudança de vida

Idosas praticam hidroginástica em Ariquemes, RO
(Foto: Franciele do Vale) 
Quando o corpo não responde aos estímulos com a mesma rapidez, o andar é lento, os reflexos diminuem consideravelmente e há maior vulnerabilidade a dores e doenças cardiovasculares e cardiorrespiratórias. Esses são sinais visíveis de envelhecimento, é o que aponta o fisioterapeuta Jader Silva Rocha. Uma alternativa para minimizar os problemas frequentes da chamada terceira idade são os exercícios praticados com o corpo submerso na água, a hidroginástica.

O exercício na água foi o caminho encontrado pela pensionista Geralda Maria de Jesus, de 84 anos, que há oito pratica hidroginástica. Para ela, além da atividade física fazer bem para saúde, ainda exerce o bem na sua alma e autoestima. A idosa conta que sofreu durante anos com pneumonia e revela que após começar o exercício, o problema diminuiu consideravelmente. Ela destaca ainda outro benefício da prática esportiva.
- Sou mãe de oito filhos, e quatro morreram, o mais recente foi um filho de 43 anos. A dor foi muito forte, quase desabei. A atividade física na água me ajudou a superar a perda e me devolveu a vontade de viver. A água me acalma, me acalenta e me motiva. Para mim, é Deus no céu e hidroginástica na terra - afirma. 
 
Quem também é adepta ao exercício é a aposentada Anita Dorneles, de 70 anos. Ela é amiga da dona Geralda, e as duas fazem hidroginástica três vezes por semana, durante uma hora, numa academia de Ariquemes. Ela também relata os benefícios da atividade física em sua vida. Para ela, tudo mudou depois de começar a atividade física.

- Tive hanseníase e sofri muito com o problema. Estou curada e a hidroginástica me ajudou muito a superar. Quando por algum motivo não posso vir na aula, fico frustrada. Pretendo continuar com o exercício enquanto tiver forças, porque me faz muito bem - relata a aposentada.
Os benefícios relatados pela duas idosas são atestados pelo fisioterapeuta Jader. Ele conta que quanto mais idosa for a pessoa, menores são as opções de exercícios e esportes que ela está apta a praticar. Segundo ele, não apenas por limitações físicas e motoras, mas também pela segurança. Por isso, uma excelente opção para a turma da terceira idade é a hidroginástica.
Geralda Maria de Jesus e a amiga Anita Dorneles 
(Foto: Franciele do Vale)
- Quando entramos na água perdemos cerca de 80% do nosso peso, sendo assim é uma atividade de baixo impacto. E durante os exercícios não há ocorrência de quedas e fraturas, tendo assim poucos riscos ao idoso - explica o fisioterapeuta.

Segundo Jader, são muitos os benefícios para o corpo obtidos com exercícios praticados na água. Ele ressalta a melhora no condicionamento cardiovascular, cardiorrespiratório e muscular. Comenta ainda que a hidroginástica ajuda a enrijecer os músculos, 
aumentando a força muscular e trabalha o equilíbrio corporal. Além da questão da saúde, Jader frisa ainda que a atividade é extremamente prazerosa, gerando bem estar, diversão e uma vida social mais ativa para idoso, para que assim fique longe do sedentarismo. Ele lembra que todo exercício deve ser acompanhado por um profissional que possa orientar corretamente.

Nenhum comentário:

Paz!