Alegrai-vos no Senhor!

terça-feira, outubro 6

Idosos contam o segredo para disposição após os 80 anos, no ES


Os capixabas que passaram dos 80 anos dizem que isso é apenas o começo e, além de darem adeus à vida mais tranquila, garantem que não há mágica: para manter tanta disposição, a dica é continuar trabalhando.

Agora, se a rotina do trabalho se mistura com a união familiar e com um amor que atravessa décadas, sobra energia para enfrentar os desafios na melhor idade. É o que garantem os comerciantes Arlindo Marquezini, de 90 anos, e Matilde Kirmse Marquezini, de 87.

Casados há 67 anos, união que gerou nove filhos, 16 netos e sete bisnetos, desde que chegaram ao município de Vila Velha eles mantêm um estabelecimento comercial, no bairro Ibes. É dali que seu Arlindo sempre tirou o sustento da família, que cresceu e aos finais de semana enche a casa.

Em sua rotina de trabalho, o casal levanta cedo e, enquanto dona Matilde cuida da casa, seu Arlindo cuida da mercearia, atende clientes, faz pedidos e outras atividades, rotina que se estende também aos finais de semana. O estabelecimento é de responsabilidade de um dos filhos, mas Arlindo está sempre presente.

Os capixabas, hoje, estão vivendo mais. De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do capixaba ao nascer saltou de 71,1 anos, em 2003, para 77,1, em 2013.


Nenhum comentário:

Paz!