Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

quarta-feira, junho 30

CUIDANDO DO IDOSO IV




Um grande e grave problema na vida do idoso é a queda.O envelhecimento traz intensas modificações que levam o idoso a sofrer quedas,muitas vezes,fatais.

**Ocorrência de quedas por faixas etárias a cada ano:
• 32% em pacientes de 65 a 74 anos
• 35% em pacientes de 75 a 84 anos
• 51% em pacientes acima de 85 anos
• No Brasil, 30% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano.
**Consequências:
• 5% das quedas resultam em fraturas.
• 5% a 10% resultam em ferimentos importantes necessitando cuidados médicos.
• Mais de dois terços daqueles que têm uma queda cairão novamente nos seis meses subseqüentes.
• Os idosos que caem mais de duas vezes em um período de seis meses devem ser submetidos a uma avaliação de causas tratáveis de queda.
• Quando hospitalizados, permanecem internados o dobro do tempo se comparados aos que são admitidos por outra razão.




Com o envelhecimento surge a redução dos reflexos,da força muscular,da visão e com isto a instabilidade da postura e do equilíbrio.Os portadores da doença de Parkinson são pessoas que necessitam de cuidados redobrados de vez que os movimentos desordenados desta doença causam maior instabilidade e desequilíbrio do que aqueles que não são portadores.Levar em conta também os idosos que fazem uso de medicações para dormir pois estas medicações causam tontura e sonolência e o idoso poderá levantar-se para pegar água ou mesmo ir ao banheiro e ser vítima de uma eventual queda.




A casa do idoso que deveria ser o seu porto seguro poderá transformar-se em seu pior inimigo a depender da sua arquitetura.Pisos encerados e escorregadios,escadas que ele tenha "forçosamente" de fazer uso,tipo ter acesso ao dormitório,banheiros sem tapetes antiderrapantes etc.




Cito,com pesar,um acidente ocorrido aqui na nossa cidade com um idoso amigo,dentro da sua própria casa.Para ter acesso à mesma ele tinha duas opções por ruas diferentes mas em ambas havia uma escada.Ele não tinha uma outra opção para sair da sua casa ou para nela entrar,senão pela escada. E num belo dia ensolarado ele optou pelos fundos,caiu da escada sofreu trauma crâneoencefálico que o levou à morte.

**Eis algumas situações que podem levar o idoso às quedas:


• Pisos escorregadios, com superfícies lisas, úmidas e enceradas; pisos irregulares, ainda em construção, tacos soltos ou pisos quebrados.
• Tapetes soltos e desfiados, que podem deslizar e causar tropeções.
• Obstáculos no chão: fios elétricos, brinquedos, mesas pequenas, animais domésticos…
• Iluminação deficiente: luzes fracas, iluminando mal os ambientes, ou luzes mal posicionadas, causando reflexos diretos nos olhos dos idosos.
• Ambientes com várias tonalidades de uma mesma cor: os idosos não distinguem com clareza estes tons( móveis, chãos e portas de uma mesma cor), causando confusão e risco de quedas.
• Camas de altura inadequada, baixa demais ou alta demais.
• Cadeiras baixas e sem braços para apoio.
• Móveis frágeis, principalmente se localizados em corredores onde os idosos os façam também como apoio.
• Escadas sem corrimão e com degraus altos e inapropriados, mal sinalizados, sem pisos antiderrapantes e com iluminação deficiente (ufa!).
• Vasos sanitários baixos e sem apoios laterais.
• Falta de apoios laterais nos boxes, para o banho.
• Calçados inapropriados, não emborrachados nos solados, como chinelinhos de flanela.



Atente a estas situações e pense...pense...em outras que poderão também causar quedas procurando reverter para situações seguras.


SEJA MAIS QUE UM CUIDADOR...SEJA UM AMIGO!




bjs,soninha


Nenhum comentário:

Paz!