Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

quinta-feira, julho 8

QUANDO A VELHICE VAI CHEGANDO...


Ela traz consigo um "quê" de ternura,simplicidade e nostalgia.As lágrimas parece que estão diuturnamente aquecidas por detrás das pálpebras prontas para caírem ao menos sinal de emoção.É realmente surreal e indescritível.

Hoje eu lavava o meu rosto ao despertar e,do nada,me veio à mente a minha infância e com ela as mais diversas e variadas lembranças.Uma se destacou.Um suporte metálico onde a minha mãe colocava uma bacia esmaltada branca,tinha um local onde colocar a saboneteira e,na parede próxima um suporte para a toalha de enxugar o rosto.

Sim,e daí?! O que tem de mais nesta bacia etc e tal?!

Tem e muito!

Era a bacia onde o meu querido e saudoso pai lavava o rosto antes de almoçar,quando chegava do trabalho ao meio-dia.O interessante é que ele só utilizava a bacia para lavar o rosto,ao meio-dia;pela manhã ao acordar ele não utilizava,não sei porquê...lavava na pia do banheiro ou no chuveiro.

Lembranças vivas brincando na minha mente,lágrimas nos olhos,imediatamente.

Daí me recordei das músicas que ele cantava quando se dirigia ao banheiro com a toalha no ombro e a saboneteira na mão,é...ele guardava a sua saboneteira lá no seu quarto dentro do seu armário junto a muitos perfumes...adorava andar perfumado!

E lá vai ele cantando..."Ninguém me ama...ninguém me quer...ninguém me chama...de meu amor...a vida passa e eu sem ninguém...ninguém me abraça...não me quer bem..."

ou então:

..."Minha vida era um palco iluminado...eu vivia vestido de dourado...palhaço das perdidas ilusões!...Cheio dos risos falsos da alegria..."

ou...

"..Hoje eu quero a rosa mais linda que houver...quero a primeira estrela que vier..para enfeitar a noite do meu bem! Quero,a alegria de um barco voltando...quero ternura de mãos se encontrando...."

Eram tantas músicas bonitas! Elas tinham letra e transmitiam emoção...

Nas tardes de domingo ele costumava recitar poesias,acho que aprendi a gostar de ler e de poesias por causa dele e dos seus saraus em família,apenas ele e nós.Dele eu ouvi pela primeira vez:


MEUS OITO ANOS


Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
À sombra das bananeiras,
Debaixo dos laranjais!

Como são belos os dias
Do despontar da existência!
— Respira a alma inocência
Como perfumes a flor;
O mar é — lago sereno,
O céu — um manto azulado,
O mundo — um sonho dourado,
A vida — um hino d'amor!

Que aurora, que sol, que vida,
Que noites de melodia
Naquela doce alegria,
Naquele ingênuo folgar!
O céu bordado d'estrelas,
A terra de aromas cheia
As ondas beijando a areia
E a lua beijando o mar!

Oh! dias da minha infância!
Oh! meu céu de primavera!
Que doce a vida não era
Nessa risonha manhã!
Em vez das mágoas de agora,
Eu tinha nessas delícias
De minha mãe as carícias
E beijos de minhã irmã!

Livre filho das montanhas,
Eu ia bem satisfeito,
Da camisa aberta o peito,
— Pés descalços, braços nus
—Correndo pelas campinas
A roda das cachoeiras,
Atrás das asas ligeiras
Das borboletas azuis!

Naqueles tempos ditosos
Ia colher as pitangas,
Trepava a tirar as mangas,
Brincava à beira do mar;
Rezava às Ave-Marias,
Achava o céu sempre lindo.
Adormecia sorrindo
E despertava a cantar!

Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
— Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
A sombra das bananeiras
Debaixo dos laranjais!


Casimiro de Abreu

Hoje,realmente,a nostalgia me tocou profundamente.

bjs,soninha

Um comentário:

Vera disse...

Oi Soninha
meu nome e Vera lopes e sou de Jequie tambem. conheci o Sr Adauto e toda a tua familia que era amiga da minha...
Sou filha de Evandro e Olinda Lopes, voce se recorda deles?
Pois eu me lembro muito bem do teu pai, so nao sabia ao certo se era jornalista ou medico pois vivia vestido de branco e como eu era muito jovem nao me preocupei com estes detalhes.
Fiquei muito feliz em saber de voce e de conhecer teus blogs, que sao maravilhosos. Vou seguir a todos...
Beijos e espero que fiquemos em contato. Atualmente moro em Porto Seguro mas sempre vou a Jequie pois meu pai, irmaos e filha moram la.
*desculpe se meu texto esta sem acentuacao...estou com problemas no teclado!

Paz!