Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

quarta-feira, agosto 25

A FÉ E A VELHICE



O pensador oriental Lao-Tsé, entendia a velhice como um momento supremo de alcance espiritual máximo.

Confúcio, outro pensador oriental, pensava que toda a família deve obediência ao ente masculino mais velho. E que mesmo a mulher mais velha, tem poderes maiores do que os homens mais jovens.

Aristóteles, filósofo grego, dizia que uma boa velhice é a que não apresenta enfermidades.

Platão, dizia que sendo o ser humano prudente, a velhice não constitui nenhum peso e que com a chegada da velhice surge no ser humano um sentimento de paz e libertação.

O romano Cícero, em sua obra De Senectude, diz que os idosos substituem os prazeres corporais pelos prazeres intelectuais.

Sêneca, filósofo romano, dizia que a velhice é boa como tudo o que é natural. Ele não vê a velhice como sendo uma decadência, e diz que é necessário que se aceite o processo de envelhecimento para que se possa ter tranqüilidade e aproveitar essa fase da vida.

Se perguntarmos às pessoas o que pensam sobre a velhice,cada uma terá a sua própria maneira de pensá-la,definí-la e sentí-la.

Na maioria das vezes,quando jovens e despreocupados,não paramos para pensar o que seja este estágio da vida,se o alcançaremos,como seremos ao atingí-lo e o que nos aguarda nesta fase tão delicada da vida. Em sendo jovens tudo podemos e nada de ruim nos alcançará porque somos dotados de força física e vontade férrea de vencer cada obstáculo que se apresente.É o que a grande maioria pensa e sente.Na fase adulta quando se constitui família e alcança-se objetivos profissionais a vida passa a ser uma série de ações voltadas para a família e o trabalho e a velhice fica lá, quietinha e escondidinha,no baú das interrogações. Vez por outra ousamos pensá-la e imaginá-la na nossa frente,despida de fantasias,nua e crua. Aí....

...passamos a cogitar da sorte dos nossos familiares e depositamos numa apólice de seguro a nossa esperança de que esta fará,na nossa eventual ausência,o papel que até então era nosso.Com a velhice se aproximando cada vez mais sem a menor chance de retornarmos à juventude começam a surgir as preocupações como :o que será de mim quando ela chegar?Receberei atenção dos meus ou me abandonarão como tantos fazem? Estas e outras tantas indagações começam a povoar noites insones e frias.

Se saudáveis de espírito somos,tal preocupação passará como um relâmpago na nossa mente e seguirá rumo desconhecido porque a nossa certeza e saúde espiritual nos permite antever a bênção de Deus sobre nós nos amparando em todos os momentos da nossa vida e isto é para nós fonte de júbilo e paz.Ao passo que, os espíritos materialistas,rebeldes e orgulhosos se inquietarão diante do porvir que lhes é totalmente desconhecido,sobretudo porque não dispõem da âncora da fé que possa firmá-los no terreno da paz e segurança.

Para mim,a fé é a certeza de que serei vitoriosa diante dos embates que terei que enfrentar durante a minha existência.

Muitos acreditam-se preparados para esta fase da vida quando na verdade não passam de crianças assustadas quando escutam histórias de bicho papão. Preparar-se é fundamental!Procurando conhecer as transformações que se passam no organismo físico e mental; e, espiritualmente fortalecer-se a fim de adentrar estes misteriosos corredores com ânimo e coragem,enxergando os acontecimentos com os óculos 3D a fim de que a magia e o mistério que envolve a vida nos sejam revelados em todo o seu esplendor e,desta maneira agradecermos a Deus por nos haver dado a possibilidade de participarmos deste inenarrável e maravilhoso espetáculo que se chama VIDA!


bjs,soninha

Nenhum comentário:

Paz!