Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

quarta-feira, agosto 11

FOGACHOS


Resenha

Cerca de 50% a 70% das mulheres apresentam sintomas vasomotores (fogachos, calores noturnos) durante a transição para a menopausa. Fogachos são sensações transitórias de dissipação de calor através da pele, acompanhadas de sudorese, palpitações, náuseas, tonturas, cefaléias e alterações do sono e eventualmente insônia.

Os mecanismos fisiopatológicos que contribuem para o desenvolvimento dos fogachos não são completamente conhecidos; sabe-se que, alterações dos níveis de estrógenos oriundos do declínio da função ovariana são importantes, mas não suficiente para o seu desenvolvimento.

A extensão do problema pode ser avaliado pelo número de mulheres brasileiras no climatério (período que entre 45 e 64 anos), mais de 13,5 milhões segundo o CENSO de 2000, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Regulação neuroendócrina.

O controle termoregulador se dá através de um centro localizado na região hipotalâmica anterior. Acredita-se que, durante a transição para a menopausa, ocorra um estímulo maior do sistema simpático através de receptores beta-2-adrenérgicos. Essa ativação adrenérgica contribuiria para a redução da chamada zona termoneutra (zona de variação normal da temperatura corpórea); desse modo, os sintomas vasomotores ocorreriam em resposta a pequenas variações de temperatura corpórea. O centro hipotalâmico termoregulador também é sensível a variações de neurotransmissores monoadrenérgicos, como a serotonina e a noradrenalina, e hormônios como a progesterona e luteinizante.

Referência

Joffe, H; Watson R. et al – Assessment and treatment of hot flushes and menopausal mood disturbance. Psychiatric Clinic North American 26(3):563-580,2003.

Autor do texto: Dr.Armando Miguel Junior

bjs,soninha

Um comentário:

Anônimo disse...

Reflexão exurbitante neste sítio, postagens assim demonstram valor a quem analisar neste blogue !!!
Faz mair quantidade do teu espaço, a todos os teus amigos.

Paz!