Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

sábado, dezembro 11

ANDROPAUSA



O distúrbio androgênico do envelhecimento masculino (DAEM), ou andropausa, decorre da diminuição da produção de testosterona, hormônio masculino produzido nos testículos.

A andropausa pode causar grande variedade de sinais e sintomas e estar relacionada a diversas enfermidades do homem. No diagnóstico da andropausa, leva-se em conta o que o indivíduo sente e/ou apresenta durante o exame físico para avaliação das possíveis causas.

Muitos homens não estão seguros da maneira mais adequada de escolher um médico. Para começar, o melhor profissional é mesmo o médico da família. No entanto, também existem vários especialistas que se ocupam de problemas masculinos específicos como a andropausa.

Ação da testosterona



A ação da testosterona está presente em diferentes funções, nas diversas fases da vida do homem, desde a vida embrionária até a idade adulta.

No embrião e no feto a ação da testosterona é responsável pelo desenvolvimento das glândulas sexuais (testículos) e dos órgãos genitais.

Na puberdade, a ação da testosterona é responsável pela virilidade (masculinização).

No homem adulto, a ação da testosterona se faz presente em muitas funções sexuais (libido, ereção, fertilidade). Além disso, preserva a aparência masculina, que se desenvolveu na puberdade.

A ação da testosterona mantém o desempenho e a saúde física do homem e também tem influência sobre o humor e a sensação de bem-estar.

Sua parceira e você – Libido do Homem

Podem ocorrer algumas mudanças no seu desejo sexual (libido) as quais você ainda não tinha observado ou julgava normais. Assim como se atribuem sintomas de alteração de humor ou de depressão a causas não médicas (por exemplo, estresse no trabalho), pode-se achar que a falta de libido é algo passageiro e que não merece uma atenção maior.

Se você perceber mudanças em sua libido, converse a respeito com sua parceira. Uma pessoa mais próxima de você pode ajudá-lo a avaliar se essas mudanças se devem mesmo a estresse, a uma fase da sua vida ou necessitam de cuidados médicos.



Algumas perguntas que você pode fazer a sua parceira:
* Notou alguma mudança incomum em meu comportamento ou humor?
* Eu pareço apático e com menos energia do que antes?
* Notou agitação em meu sono? Eu me debato muito durante a noite?
* A qualidade de meu desempenho sexual caiu?

bjs,soninha



Nenhum comentário:

Paz!