Alegrai-vos no Senhor!

sexta-feira, junho 17

Pé Diabético


 clique na imagem e veja em tamanho maior...

Um novo artigo de uma nova fonte...mais informações!

Cuidado com os pés

Um dos problemas mais temidos pelos diabéticos são os problemas com pernas ou pés. No entanto alguns dos problemas graves do pé são passiveis de prevenção, caso sejam seguidas algumas regras básicas na educação dos pacientes. Estima-se que um em cada cinco admissões de pacientes diabéticos de longo tempo no hospital seja por lesões do pé e muitos desses pacientes tem uma história pregressa desses mesmos problemas.


As lesões do pé diabético ocorrem geralmente por uma combinação de neuropatia e doença vascular na extremidade inferior, podendo ser a característica do inicio do diabetes tipo 2. A neuropatia é um dos maiores fatores de risco para o pé diabético, pois ao tornar os pés insensíveis associada a doença vascular faz com que o diabético não sinta dor, o que faz com que ele não perceba o aparecimento de uma lesão ou úlcera grave.


A pele grossa e seca do pé neuropático pode rachar-se facilmente e constituir uma porta de entrada para infecções. A infecção aumenta ainda mais a necessidade de suprimento sanguineo o que se agrava e se torna mais difícil com a presença da doença vascular.


O primeiro passo e mais importante é que o paciente diabético assim que diagnosticado sejam avaliados e orientados quanto aos cuidados na prevenção desses problemas. Diabéticos que já possuem complicações como neuropatia e doença vascular, fatores de risco já requerem uma educação especial quanto aos cuidados preventivos dos pés. Portadores de diabetes que não possuem um bom controle glicêmico estão mais susceptíveis a desenvolver complicações, o que aumenta consideravelmente o risco de ter esses problemas nos pés.


Prevenção

Um das áreas mais criticas na educação dos pacientes quanto aos cuidados com os pés é a providência de sapatos adequados, porque os sapatos podem ser um perigo para os pés diabéticos de forma geral, pior ainda para os pés insensíveis. Os sapatos são os maiores aliados dos diabéticos na prevenção dos pés além dos cuidados diários com os pés e o exame clinico realizado por parte do médico ou equipe médica para avaliar possíveis problemas realizados na consulta periódica.


- Observe seus pés diariamente e verifique se os mesmos não estão em atrito com os sapatos, pois isso evita a formação de bolhas, calosidades ou outras lesões

- Realize a higiene dos pés diariamente com sabonete neutro e água morna secando-os bem principalmente entre os dedos, em seguida passe um creme ou óleo hidratante
- Apare sempre as unhas com corte reto, em seguida use a lixa para eliminar pontos salientes.

- Evite cortar os cantos das unhas, pois isso evita que encravem, dê preferência procure um podologo

- Dê preferência a meias de algodão

- Compre sapatos sempre no período da tarde ou noite, já que neste horário nossos pés ficam ligeiramente inchados.

Além dos cuidados, acompanhamento médico, controle glicêmico e toda forma de prevenção. O mais importante é que os diabéticosque têm de estar convencidos de que os cuidados regulares com os pés vão reduzir, e muito, a chance de eles virem a apresentar ulcerações e coisas ainda piores, como amputações.




bjs,soninha

Nenhum comentário:

Paz!