Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

sexta-feira, janeiro 6

Aposentados e Pensionistas...


Previdência: benefícios acima do mínimo têm reajuste de 6,08%
SÃO PAULO - Com o reajuste do salário mínimo, agora em R$ 622, os benefícios da Previdência Social acima do piso também serão reajustados. De acordo com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o aumento será 6,08% e a portaria com os novos valores deve ser publicada no DOU (Diário Oficial da União) na próxima semana.

Segundo o Ministério da Previdência Social, o reajuste dos benefícios de até um salário mínimo atingirá 19,2 milhões de segurados e representará um impacto líquido de R$ 14,8 bilhões nos benefícios pagos pelo INSS em 2012. Pelo menos 311 mil beneficiários que, em 2011, recebiam ligeiramente acima do mínimo, agora passarão a receber o piso previdenciário. Eles terão o reajuste superior a 6,08% e terão ganho real garantido até 2015. 

Já o aumento para quem ganha acima do piso previdenciário representará um impacto líquido de R$ 7,6 bilhões.

Reajustes variam conforme o mês do benefício De acordo com o ministério, os benefícios pagos pelo INSS em data posterior ao mês de fevereiro de 2011 serão reajustados de acordo com os percentuais indicados na tabela abaixo:

Data de início do benefício 
Reajuste 
até janeiro de 2011 
6,08% 
em fevereiro de 2011 
5,09% 
em março de 2011 
4,53% 
em abril de 2011 
3,84% 
em maio de 2011 
3,10% 
em junho de 2011 
2,52% 
em julho de 2011 
2,29% 
em agosto de 2011 
2,29% 
em setembro de 2011 
1,86% 
em outubro de 2011 
1,41% 
em novembro de 2011 
1,08% 
em dezembro de 2011 
0,51% 
Fonte: Previdência Social 
Tabela de contribuição Também foram estabelecidas as novas alíquotas de contribuição do INSS dos trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos. Essas alíquotas – relativas aos salários pagos em janeiro - deverão ser recolhidas a partir de fevereiro. Confira: 
Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos 
Salário de contribuição (R$)Alíquota para fins de recolhimentos ao INSS (%) 
até R$ 1.174,86  
8% 
de R$ 1.174,87 a R$ 1.958,10  
9% 
de R$ 1.958,11 a R$ 3.916,20 
11%
Notícia: DAQUI 
abraços, 

Nenhum comentário:

Paz!