Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

sexta-feira, outubro 18

Doenças Oculares


Principais problemas oculares que afetam os idosos ocasionam a cegueira

Catarata, glaucoma e degeneração macular relacionada à idade são os principais problemas oculares causados em idoso. Dessa lista, somente a cegueira ocasionada pela catarata pode ser revertida

*catarata em idoso*

No Brasil existem cerca de 13,5 milhões de idosos, que representam 8% da população. Desse número, em média 2,9 milhões estão acima dos 65 anos e sofrem com a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), transtorno ocular que lentamente destrói a visão central, tornando mais difícil enxergar pequenos detalhes e ler. Seus primeiros sintomas são um esmaecimento das cores, a distorção das letras, a percepção de uma área escura ou vazia no centro da visão e a alteração do tamanho dos objetos. A doença está entre os três mais graves problemas visuais que podem levar à cegueira a partir dos 60 anos. Entre eles também estão: 

*catarata congênita*

O glaucoma, doença ocular que provoca danos no nervo óptico, resultando em alguns casos no aumento da pressão ocular, também conhecida como pressão intraocular. No País, estima-se que 4% da população acima de 40 anos já sofra de glaucoma. Dra Amaryllis Avakian, médica responsável pela Clínica AACO, explica que a doença pode levar à cegueira irreversível se não for diagnosticada e tratada a tempo, que ela se desenvolve lentamente, no decorrer de meses ou anos, sem que o paciente perceba. 

*cirurgia de catarata*

A doença compromete o campo de visão gradualmente e no início só a visão periférica é afetada. Por isso, o paciente não percebe nada nessa fase. Com a progressão da doença a visão vai piorando até começar a afetar o centro do campo de visão e se estabelece a cegueira permanente. O diagnóstico de glaucoma só é feito em exame oftalmológico, por isso é necessário a realização medição da pressão intraocular anualmente após os 40 anos de idade, afirma a especialista, que também é Chefe do Setor de Catarata do Hospital das Clínicas/USP.

*clique na imagem e amplie*

A catarata, doença que compromete a opacidade do cristalino, deixando a visão embaçada, também está presente nesta lista, e das três doenças citadas e a única na qual a cegueira é reversível. O resultado se dá após a cirurgia. A especialista explica que em alguns casos os idosos não precisam operar logo que aparece a catarata. Porém, em outras situações a cirurgia se faz necessária, e com urgência, por exemplo, quando a pessoa está em idade produtiva e precisa trabalhar ou atinge um nível de falta de visão que atrapalha a vida. Mas apenas o médico oftalmologista pode determinar qual o tratamento ideal e o momento exato para realização da cirurgia.


Dra Amaryllis ressalta que é importante, após os 40 anos, que as consultas ao oftalmologista ocorram com mais frequência como método de prevenção e acompanhamento de determinadas alterações na visão. O mito de que ‘ao envelhecer as pessoas deixam de enxergar’ faz com que muitas vezes seja tarde demais para o tratamento dessas doenças. 

*glaucoma*

*Portador de glaucoma congênito bilateral, com atrofia*
 do bulbo direito e buftalmo do esquerdo

Sobre Amaryllis Avakian
Dra Amaryllis é a médica responsável pela AACO - Amaryllis Avakian Clínica Oftalmológica e especialista em catarata.  
É também membro do corpo clínico do Hospital das Clínicas e do Hospital Sírio Libanês.Formada na Universidade de São Paulo, lá fez sua Residência médica e também sua Pós Graduação. Especializada em Córnea e Cirurgia de Catarata, é Chefe do Setor de Catarata do Hospital das Clínicas da USP. É também Professora Colaboradora da Faculdade de Medicina da USP e um dos expoentes nacionais no campo das cirurgias de catarata e refrativa. Palestrante nos principais congressos no Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa, sua intensa atividade profissional e acadêmica permite compartilhar toda experiência profissional acumulada.
*Degeneração Macular*

*visão do portador de Degeneração Macular*

Nenhum comentário:

Paz!