Alegrai-vos no Senhor!

domingo, setembro 6

Viagens internacionais propiciam educação e conhecimento de novas culturas


Nos últimos cinco anos, houve um aumento de 45% na busca por programas internacionais pelo público da terceira idade.
Nessa faixa etária, onde as pessoas estão se aposentando, possuem filhos independentes e já não precisam comprometer a receita com alguns gastos como compra de carro ou aquisição de imóvel, torna-se possível ousar e, por que não, programar uma viagem de intercâmbio sem comprometer o orçamento. 

Cada vez mais, o público idoso está buscando agências de viagem paraconquistar educação internacional e conhecer novas culturas, cenário este que vem crescendo nos últimos cinco anos. 

De acordo com informações da grande imprensa, só no primeiro semestre de 2011, uma empresa com destaque no segmento e especializada em turismo jovem e intercâmbio notou umaumento de 45% na busca dessa faixa etária porprogramas internacionais. 

Com algumas dicas e cuidados, sair do país de forma consciente e tranquila é mais simples do que parece. Confira:

Destino: Caso não tenha decidido para qual país vai viajar, pesquise e informe-se o máximo possível para não ter problemas depois, e nem surpresas desagradáveis. Atenção especial para o custo de vida dos locais escolhidos, pois isso influenciará muito em sua decisão. 

Legislação: Verifique o quanto antes se o seu passaporte está dentro do prazo. Cheque também se o local escolhido exige visto para a entrada, algum tipo de seguro ou vacinas. É muito importante ter todas essas informações legais para a chegada ao país. 

Idioma: Antes de sair do Brasil, procure investir em algum curso de idiomas, pelo menos na etapa básica, para que não se complique muito em situações do dia a dia. Existem algumas opções de cursos específicos com valores diferenciados para a terceira idade. Além disso, ter conhecimento da língua facilita a entrada no país e pode evitar que você seja enganado em atividades corriqueiras, como, por exemplo, durante as compras e refeições. 

Pacote de viagem: Consulte agências de intercâmbio e pesquise bastante, além de comparar sempre as condições e os preços dos pacotes oferecidos, que devem incluir passagem aérea, curso, matrícula, assistência, etc.

Planejamento financeiro: Antes de tudo, é preciso colocar todos os seus gastos no papel, estabelecer as prioridades e definir quais são as condições financeiras que permitem a realização da viagem de intercâmbio. Definir metas em longo prazo ajuda a organizar melhor o orçamento. Lembre-se também de programar o pagamento das contas normais do mês durante o período de ausência.

Analise bem os valores relacionados aos custos básicos com alimentação, produtos de conveniência, compras diversas, entre outros. Leve em conta seus gastos atuais antes da viagem, os gastos durante a viagem e os que você terá que realizar depois, para não ter surpresas quando você voltar.

Após pesquisar tudo direitinho, chegou a hora da parte prática: planejar o roteiro, organizar as contas, arrumar uma boa companhia (ou não) e aproveitar ao máximo essa viagem. Lembre-se de que o sucesso do intercâmbio também dependerá de seu esforço e dedicação pessoal.

Nenhum comentário:

Paz!