Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

quarta-feira, outubro 13

CALVÍCIE

 Brendan Fraser antes e depois do implante.


A calvície é um problema que afeta especialmente os homens, pois a testosterona, hormônio sexual masculino, é a maior responsável pela queda do cabelo. Embora as mulheres também a produzam, nelas a quantidade é muito menor. Os cabelos, depois de certo tempo, caem e são substituídos por outros, num processo de renovação permanente. Nos casos de calvície, porém, há uma atrofia dos bulbos capilares e não crescem novos fios.


Príncipe William ficando careca aos 19 anos


Drauzio- Como é a fisiologia do cabelo?

Luiz Carlos Cuce – O cabelo tem um período de crescimento chamado de fase de anagênese que dura mais ou menos um mês e varia de indivíduo para indivíduo de acordo com suas características genéticas e etnia. Depois, entra num período de estase e, a seguir, num período de involução bastante rápido conhecido por catálise em que o pêlo acaba se soltando e caindo. Por exemplo, o cabelo loiro e fino cresce de forma diferente do cabelo mais duro e de crescimento mais lento das pessoas negras. De qualquer forma, a duração de um fio de cabelo, do nascimento até a queda, é ao redor de um ano e meio ou dois anos. 


 Calvície feminina


DrauzioQuer dizer que no decorrer da vida renovamos o cabelo várias vezes?

Luiz Carlos Cuce – Renovamos várias vezes. O interessante é que, quando jovens, perdemos em torno de 100 a 150 fios por dia, o que confunde muita gente porque os livros dizem que isso é normal. Então, as pessoas com queda de cabelo se põem a contar os fios que caem e acreditam estar na faixa de normalidade, o que nem sempre é verdade.
 
Por outro lado, com o passar dos anos, o número de cabelos tende a diminuir. Mesmo os mais cabeludos confessam que, na juventude, tinham cabeleira muito mais farta. 


 calvície masculina


DrauzioVocê disse que tem gente que conta os fios que caem?

Luiz Carlos Cuce - Não só contam os fios, como procuram o médico com os cabelos dentro de uma caixa para mostrar que eles caem com a raiz, no que estão certos. Fazem isso porque, apesar de alguns profissionais terem dito que essa queda é normal, estão apavorados, imaginando que por toda a vida irão perder diariamente a mesma quantidade de fios o que evidentemente é um engano porque a perda não é uniforme ao longo da vida.


 calvície feminina


DrauzioQual a idade mais perigosa para a calvície instalar-se?

Luiz Carlos Cuce – Dezessete anos é a idade mais perigosa para a calvície começar a instalar-se definitivamente. Essas pessoas, por razões genéticas e hormonais, aos 22-23 anos já estão carecas. Aquelas que vão perdendo os cabelos mais devagar a partir dos 25-26 anos podem contar com melhores resultados no tratamento porque nelas a participação da hereditariedade é menor.
 
A genética pode manifestar-se sob dois diferentes aspectos: um, em que o gene provoca a queda permanente do cabelo e outro, em que o gene produz excesso de oleosidade, causa da dermatite seborréica que também derruba os cabelos, embora eles caiam em menor quantidade e mais lentamente.
 
Os hormônios androgenéticos, isto é, os hormônios masculinos, entre eles a testosterona, agem não só diminuindo a produção dos pêlos e com isso inibindo a proliferação das células formadoras da haste capilar, mas também na glândula sebácea anexa ao pêlo, aumentando a oleosidade. Por isso, quase 90% dos carecas têm pele e couro cabeludo oleosos. Em geral, eles perdem os cabelos mais tardiamente, por volta dos 25 anos, e devem tratar a dermatite para controlar a queda.

Drauzio E o uso de bonés apertados tem algum inconveniente?

Luiz Carlos Cuce - O melhor é evitar o uso do boné que abafa e esquenta a cabeça. Quem o usa com freqüência repete o erro das pessoas que lavam o cabelo para tirar a oleosidade e depois passam secador quente o que faz a gordura reaparecer. Quanto menos calor, melhor para os cabelos oleosos.Infelizmente, tornou-se um hábito da juventude atual usar boné o que é prejudicial tanto no sentido da tração do couro cabeludo quanto no da produção de calor o que prejudica os tecidos dessa região.




Leia toda a entrevista no site do Dr.Dráuzio Varela 
Dr. Luiz Carlos Cuce é médico e professor de dermatologia no Hospital das Clínicas de São Paulo..

 bjs,soninha

Nenhum comentário:

Paz!