São João Tá Chegando Gente!

segunda-feira, junho 30

À Minha Mãe!

"Tudo aconteceu muito rápido naquela noite em que estavas de alta hospitalar mas, não sei porquê? o médico pediu que dormisses na Clínica e saísse no outro dia pela manhã." 
O dia transcorrera em paz: eu cumprindo os meus deveres de formanda em Enfermagem, últimos estágios, você internada na Clínica São Vicente, realizando os últimos exames e a família na expectativa da sua alta hospitalar. 

À tarde realizaram a sua ultrassonografia em uma outra clínica, veio o resultado que estavas bem e de alta hospitalar. A alegria foi geral pois voltarias ao seio da nossa família. Uma alegria que durou pouco porque o médico que te acompanhava pediu que dormisses na clínica e saísse apenas no outro dia (?????) . Não entendemos o porquê do seu pedido mas o atendemos já que confiávamos nele e sabíamos que ele queria o teu bem estar e a tua cura. 

À noite fui à reunião doutrinária no Centro Espírita Bezerra de Menezes, saí de lá direto para a Clínica onde estavas pois seria eu a ficar contigo naquela noite, era uma quinta feira, e na sexta pela manhã a minha irmã iria fazer feira. 

Cheguei, e lá estavas no teu leito, cada vez mais pequenina e mais frágil, pensei. 

Passaram-se cerca de cinco minutos da minha chegada quando te levantaste para ir ao banheiro e ao retornares passaste mal ao se deitar no leito, retornando à tua verdadeira pátria: a espiritual! 

Foi tudo muito rápido, rápido demais!! 

Lembro-me haver gritado por Dr. Bezerra de Menezes para que ele te socorresse; da minha irmã ter ido chamar o plantonista que veio imediatamente ao teu leito, realizando todas as manobras e procedimentos cabíveis à ressuscitação,  mas já estavas além...bem mais além... deixando no teu lugar a saudade!! 

Os dias, os anos se passaram mãe mas ainda guardo na memória todas as coisas boas que me ensinaste e fizeste por mim. Não foste nenhum modelo de perfeição porque pessoa alguma o é nem será, mas, dentro dos teus limites humanos, nos amaste de verdade e fizeste o que sabias e estava ao teu alcance pela nossa felicidade. Eu te agradeço mãe, por tudo e te peço desculpas se não  correspondi às tuas expectativas com relação a minha pessoa. 

Fica com Deus e que a Virgem Santíssima esteja sempre te protegendo e te amparando. 


Da tua filha, sônia.

Nenhum comentário:

Paz!