Alegrai-vos no Senhor!

segunda-feira, junho 15

Grupo faz apelo nas ruas de Santos sobre respeito a idosos


Motoristas e pedestres pararam para assistir às encenações realizadas nas faixas de segurança dos cruzamentos.

As ruas de Santos deram voz a um desabafo na forma de arte contra o desrespeito e a violência que atingem idosos no País. O Coletivo PI, grupo de atores que fazem performances teatrais nas vias da Capital, encenou neste domingo (14) esquetes para mostrar aos pedestres e motoristas que a convivência entre jovens e pessoas mais velhas pode ser harmônica e respeitosa.

“A ação tem como objetivo chamar a atenção para a questão da alteridade (capacidade de se pôr no lugar do outro), pois todos vamos envelhecer e é importante valorizar e respeitar as pessoas idosas”, diz Pâmela Cruz, fundadora do Coletivo PI.

E parece que a meta foi alcançada. Motoristas e pedestres pararam para assistir às encenações realizadas nas faixas de segurança dos cruzamentos: Rua Conselheiro Ribas com o Canal 5, ruas Guaiaó e Alexandre Martins, Rua Vergueiro Steidel com Canal 5. 

“Achamos que eles (atores) estavam pedindo dinheiro, mas ficamos curiosas com a ação. Achei muito legal essa atitude, pois realmente há muito desrespeito com os idosos. Nos ônibus, eles (jovens) sentam nos assentos destinados às pessoas mais velhas e fingem que não nos veem”, diz Marli da Cunha Nascimento, aposentada, de 50 anos.

Dia Mundial

As esquetes do grupo teatral Coletivo PI acontece na semana do Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado nesta segunda-feira(15).

A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial de Saúde (OMS) com objetivo de sensibilizar a sociedade em prol do combate à violência contra idosos e a disseminação do entendimento da violência como violação aos direitos humanos.


Nenhum comentário:

Paz!