Paz e Amor!

Paz e Amor!
O Inverno Chegou!!

terça-feira, fevereiro 9

Dia do Frevo


Símbolos centenário da cultura pernambucana, o frevo, na era da música eletrônica, ainda consegue encantar uma grande quantidade de pessoas, seja pela sua musicalidade, pelos passos frenéticos de sua dança ou mesmo pelo sugestivo significado da própria palavra frevo, que, de uma maneira mais aceita, deriva da palavra ferver ou "frever".

No dia 09 de Fevereiro de 1907, a palavra frevo foi grafada pela primeira vez, por meio de uma matéria escrita pelo jornalista Oswaldo Oliveira no Jornal Pequeno que circulava pelas ruas do Recife. Um século depois, essa data passou a ser considerada como o dia do Frevo.

Como também sabemos, o frevo carrega em sua história uma longa influência de ritmos, sendo em um sentido mais amplo, uma mistura da marchas, das polcas e dos maxixes que eram tocados nos folguedos. Musicalmente o frevo tem três divisões: O frevo de rua, o frevo de bloco e o frevo canção. Além da riqueza de influências em sua musicalidade, o frevo também inclui à sua história a influência dos elementos da capoeira, uma vez que, seus passos tiveram origem nos passos dos capoeiristas que saíam a frente dos blocos de carnaval com a finalidade de proteger os seus estandartes dos blocos rivais.

Visto a riqueza cultural incorporada a sua história, o frevo também é considerado um dos rítmos mais democráticos, pois, a sua música rápida e contagiante transmite alegria em qualquer local que sua música for tocada, seja nas ruas ou no salões.

Nenhum comentário:

Paz!