Alegrai-vos no Senhor!

sábado, fevereiro 20

“O meio ambiente não precisa de nós, nós é que precisamos do meio ambiente”


É o que Dona Manoelita, madrinha do Portal, enfatizou durante entrevista sobre sua preocupação com a ecologia e o uso indiscriminado de sacolas plásticas descartáveis.

Durante a visita do Portal ao Canadá, em julho passado, para a série de entrevistas sobre como a terceira idade é tratada naquele país, naturalmente não poderíamos deixar de ter ido a alguns supermercados para as compras básicas do dia-a-dia.

E, em todos eles, ao passarmos pelos caixas, as atendentes sempre nos faziam a mesma pergunta: “a senhora vai querer sacolinhas plásticas, ou trouxe sua própria sacola?” 

Ficamos admirados ao notar que a maioria dos clientes trazia sua própria sacola (lá é muito comum, também, as pessoas saírem de casa com sua mochilinha nas costas todos os dias) para levar os produtos comprados. Pedir por sacolinhas do próprio supermercado ficava até ´feio´, fazendo você se sentir um ´cidadão não muito preocupado´ com o meio ambiente. 

Recentemente, o Brasil também vem demonstrando essa preocupação, o que se percebe em algumas grandes redes de supermercados que incentivam seus clientes a trazerem suas sacolas de casa (ou a comprarem sacolas especiais para esta finalidade, com a logomarca da rede). Mas o uso das sacolinhas plásticas do próprio supermercado ainda é o padrão mais adotado pela maioria da população brasileira (e do mundo). 

Pesquisa recente realizada na Inglaterra demonstra que uma família inglesa utiliza em média 800 sacolas por ano. A média por consumidor é de 260 sacolas plásticas por ano. O dado mais surpreendente, entretanto, foi o de que as sacolas são utilizadas em média por apenas 20 minutos antes de serem jogadas fora. As sacolas plásticas levam de 400 a 1.000 anos para se degradar no meio ambiente. 

Agora, surpreendente mesmo foi descobrir, durante uma conversa informal com Dona Manoelita Valim Rodrigues, madrinha do Portal, como ela lida com essa questão. 

Estávamos tomando um cafezinho com ela, quando notamos um monte de saquinhos plásticos de supermercado, todos muito bem enroladinhos e agrupados em montinhos de dez, com elásticos, formando várias pilhas multicoloridas numa das prateleiras de sua cozinha. 

Perguntamos a ela por que ela se dava a todo aquele minucioso trabalho só para guardar saquinhos para o lixo. Foi quando ela nos pegou de surpresa e respondeu: “Eu não as guardo para usar para o lixo. Toda vez que eu vou ao supermercado, eu levo de volta as mesmas sacolinhas para trazer minhas compras. Assim, eu faço a minha parte para não contribuir com a poluição do meio ambiente...” 

Sua atitude de cidadania nos incentivou a fazer uma entrevista especial sobre sua preocupação com o meio ambiente. “Quanto menos poluirmos o meio ambiente, melhor para nós. Não só para nós, mas para as gerações futuras. O meio ambiente não precisa de nós, nós é que precisamos do meio ambiente...” enfatizou Dona Manoelita, em um de seus depoimentos. 

Assista à entrevista completa no vídeo acima e veja como pequenas e simples atitudes, tomadas no seu dia-a-dia, podem ajudar a salvar o mundo.

Nenhum comentário:

Paz!